Parceria entre Educação e Saúde Mental do Escolar

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Ensinar a usar o penico e "largar" as fraldas - ANÁLISE CRÍTICA

   


       Minha filha primogênita, quando tinha 1 ano e 9 meses, foi meu grande teste prático no assunto "desfralde". Após 8 dias de treinamento (sem fraldas e com muita sujeira pela casa), a pequena aprendeu a ter controle do xixi e do cocô. Calma, paciência e amor são estratégias eficientes.

     Resolvi fazer uma análise crítica (EM VERMELHO) da postagem publicada em 2009, de autoria do sr. Barton Schmitt. Teoria e prática podem ser bem diferentes.

       Postagem original: clique AQUI.

Título: Your Child's Health
Autor: BARTON D. SCHMITT
Editora: BANTAM BOOKS, 1999


Como Usar o Banheiro: Princípios Básicos


Definição

Seu filho terá aprendido a usar o banheiro quando, sem ninguém lembrar, for ao vaso sanitário, despir-se, urinar ou defecar e vestir a roupa. Algumas crianças aprenderão a controlar primeiro a bexiga, outros iniciarão primeiro o controle dos intestinos. É possível realizar, simultaneamente, o treinamento para ambos os tipos de controle. O controle da bexiga durante a noite geralmente começa alguns anos após o controle diurno. O método gradual de ensinar a usar o banheiro descrito aqui geralmente pode ser concluído em um período de 2 semanas a 2 meses.

Sinais de que seu filho está pronto para aprender a usar o banheiro

Não inicie o treinamento até que esteja claro que seu filho está pronto. A criança estar preparada não é algo que ocorre espontaneamente; requer conceitos e habilidades que você pode começar a ensinar a seu filho a partir dos 12 meses de idade. Pode ser útil ler para seu filho livros especiais sobre como usar o banheiro. DICA ADICIONAL: USO DE VÍDEOS EDUCATIVOS SOBRE O ASSUNTO (CLIQUE AQUI / AQUI). Quase todas as crianças podem estar preparadas para aprender a usar o banheiro aos 2 anos de idade e algumas estão preparadas aos 18 meses. Quando seu filho tiver 3 anos de idade, provavelmente terá aprendido a controlar-se sozinho. Os seguintes sinais indicam que seu filho está pronto para aprender:
- Seu filho entende o que quer dizer "xixi", "cocô", "seco", "molhado", "limpo", "sujo" e "peniquinho" (ensine para ele essas palavras).
- Seu filho entende para que serve o peniquinho. Ensine isso deixando-o observar os pais, seus irmãos maiores e outras crianças que tenham mais ou menos a mesma idade dele enquanto usam o banheiro corretamente.
- Seu filho prefere as fraldas limpas e secas. Troque-o frequentemente para fomentar essa preferência.
- Seu filho gosta que o troquem. Tão logo ele começe a andar, ensine-o que vá até você imediatamente quando estiver molhado ou sujo. Elogie-o por ir até você para que o troque.
- Seu filho entende a relação entre as calças secas e o uso do peniquinho.
- Seu filho pode reconhecer a sensação da bexiga cheia e a necessidade de defecar, quer dizer, caminha de um lado para outro, dá pulos, põe as mãos sobre os genitais, tira as calças, se senta com as pernas encolhidas. Ajude-o a entender estes sinais: "seu corpo quer fazer xixi ou cocô; ele precisa de sua ajuda". Ensine-o a procurá-la nestes casos.
- Seu filho tem a capacidade de adiar um pouco o ato de urinar ou defecar. Pode ser que se afaste um pouco e volte molhado ou sujo, ou pode ser que acorde seco.


Método para ensinar seu filho para usar o banheiro

A forma de ensinar a seu filho a usar o banheiro consiste em proporcionar-lhe estímulo e elogio, seja paciente e faça com que o processo se torne divertido. Evite qualquer pressão ou castigo. Seu filho deve sentir que ele controla o processo.

1. Compre o que for necessário:
- Cadeira com peniquinho (do tipo ao nível do chão). Se os pés alcançam o piso quando estiver sentado no peniquinho, seu filho pode fazer força e ainda ter sensação de segurança. Ele também pode sentar e levantar sempre que quiser.
- Suas guloseimas favoritas (tais como saladas de frutas, biscoitos salgados e doces) podem ser usadas como recompensas. COMIDA NÃO PODE SER RECOMPENSA PARA UMA CRIANÇA; O ATO DE ALIMENTAR-SE É UMA NECESSIDADE FISIOLÓGICA, E NÃO UMA TÉCNICA DE BARGANHA.
- Figurinhas ou estrelas adesivas como prêmios. PREFIRO REPETIR O VÍDEO / LIVRO EDUCATIVOS.

2. Faça com que a cadeira do peniquinho seja uma das posses favoritas de seu filho
Várias semanas antes de começar a ensinar seu filho a usar o banheiro, leve-o com você para comprar a cadeira com penico. Esclareça para ele que esta é sua própria cadeirinha especial. A criança pode ajudar a por seu nome na cadeira. Deixe que a criança decore a cadeira ou mesmo que a pinte de cor diferente. A seguir, faça com que se sente nela totalmente vestido até que se sinta cômodo utilizando-a como assento. Faça-o sentar-se na cadeira enquanto assiste televisão, toma algum lanche, entretem-se com algum brinquedo ou enquanto olha algum livro. Mantenha a cadeira em um quarto onde seu filho brinca sempre.  Só após seu filho ter claramente uma preferência pela cadeira com penico (após pelo menos 1 semana), começe a ensinar-lhe a usá-la como deve. NÃO É NECESSÁRIO QUE HAJA PREFERÊNCIA CLARA PELA CADEIRA COM PENICO; BASTA QUE SEU FILHO NÃO A ESTRANHE.

3. Estimule os períodos de prática com o penico
QUANDO COMEÇAR O TREINAMENTO, RESERVE O USO DE FRALDAS APENAS PARA O PERÍODO NOTURNO; DURANTE O DIA, OFEREÇA APENAS CUECA / CALCINHA. Faça um ensaio prático a cada vez que seu filho der um sinal que pareça ameaçar uma evacuação ou micção, tais como sons ou expressões faciais, grunhidos, pôr as mãos sobre os genitais, tirar as calças, andar de um lado para outro, sentar-se de cócoras, contorcer-se ou soltar gases. Outras boas ocasiões são após as sestas ou 20 minutos após as refeições. Diga para ele, de forma estimuladora: "o cocô (ou xixi) quer sair; vamos usar o peniquinho". Cuide para que vá até o penico e sente- se sem calças ou fraldas. A seguir, você pode dizer para a criança: "faça o xixi no peniquinho". Se seu filho não quiser colaborar, incentive-o a sentar-se sobre o penico fazendo algo divertido, como por exemplo, ler uma história. DICA ADICIONAL: MOSTRAR VÍDEO EDUCATIVO. Se seu filho quiser levantar-se após um minuto que o esteja incentivando, permita que faça isso. ANTES, TENTE DISTRAÍ-LO (PREPARAR O BANHO NA FRENTE DELE, MOSTRAR VÍDEO / LIVRO EDUCATIVOS). Nunca o obrigue a permanecer sentado. Nunca o force fisicamente a ficar sentado no penico nem o intimide com chinelos ou correias. Mesmo que seu filho pareça gostar de ficar sentado ali, termine cada sessão após 5 minutos a não ser que esteja obtendo resultado.

4. Elogie ou recompense seu filho por sua cooperação ou por qualquer êxito
Toda a cooperação de seu filho nestas sessões práticas deve ser elogiada. Se seu filho urinar no peniquinho, você pode recompensá-lo com alguma guloseima ou figurinha, assim como com elogios e abraços. ELOGIOS, ABRAÇOS (NÃO EFUSIVOS) E APRESENTAR O VÍDEO EDUCATIVO, MAIS UMA VEZ, SÃO ALTERNATIVAS SUFICIENTES. Mesmo que para algumas crianças o fato de ter conseguido já ser suficiente, outras necessitam de algum prêmio para continuar progredindo. As grandes recompensas (como ir tomar um sorvete) devem ser reservadas para quando seu filho for para o penico sozinho e utilize-o, ou quando ele disser para você que quer ir ao penico e use-o com êxito. Após seu filho estar usando o penico por si só, as sessões de treinamento podem ser suspensas. Durante a semana seguinte, continue elogiando a criança freqüentemente por estar seco e por usar o peniquinho. As sessões de prática e os lembretes não devem ser necessários por mais de 1 ou 2 meses. CADA CRIANÇA TEM SEU RITMO; ALGUMAS APRENDERÃO EM DIAS; OUTRAS, EM MESES.

5. Troque seu filho após os "acidentes"
Troque seu filho tão logo seja possível, mas mostre-se compreensiva. Diga a ele algo como "você queria fazer xixi no penico, mas fez na roupa; sei que incomoda porque gosta de ficar seco - logo melhorará". Se você sentir necessidade de criticar, limite a crítica a uma leve desaprovação verbal e use-a em raras ocasiões (por exemplo, "as crianças grandes não fazem xixi nas calças", ou mencione o nome de outra criança que seu filho gosta e que já sabe usar o banheiro); a seguir, troque a fralda ou coloque calças plásticas (CUECA / CALCINHA) de forma tão prazerosa quanto possível e sem irritar-se. Evite o castigo físico, os gritos e os resmungos. A pressão ou a força podem fazer com que uma criança de 2 anos de idade deixe de cooperar completamente. Não mantenha seu filho molhado ou sujo como forma de castigo.

6. Vista seu filho com calções após começar a usar o peniquinho
Troque as fraldas por calções após seu filho começar usar o penico e fazer aproximadamente metade de suas micções e defecações nele. FRALDAS, SÓ À NOITE. Seu filho decididamente estará pronto para usar calções de treinamento se chamá-la para o ajudá-lo a retirar a fralda para usar o penico. Leve seu filho com você para comprar os calções e converta isso em recompensa por causa de seu êxito. Compre calções frouxos que seu filho possa retirar e colocar facilmente, sem ajuda. Uma vez que ele comece a usar esses calções, use fraldas apenas quando ele for tirar uma soneca e durante a noite.

23 comentários:

  1. Ola !!!
    Tenho um filho de 2 anos e 3 meses e ja estou na luta a uns 15 dias para o deafralde....mas comecei errado, briguei com ele algumas vezes e ele agora tem medo de entrar no banheiro. ..nao pode nem ver o penico....e agora o que eu faço? ???

    ResponderExcluir
  2. Sugestão: marque uma consulta com o pediatra que acompanha seu garoto para relatar a forma como você tentou o treinamento do penico. Desfazer um erro de treinamento dá trabalho, mas, é administrável.

    Também, creio que a leitura da postagem seria uma boa forma de adquirir conhecimento teórico acerca do assunto "desfralde".

    ResponderExcluir
  3. Pelo amor de Deus estou desesperada não consigo desfraldar minha filha de 3 anos e meio ela vai para a escolinha e fica das 7 as 17 h sem usar o banheiro, nunca fui bruta sempre conversei tentei de tudo penico vários tipos, vaso sanitário ,redutor enfim ....ela senta fica um tempão com a bexiga cheia e fala eu não consigo , me ajude por favor!!!

    Rosana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rosana.

      Após a leitura da postagem acima, cheque se ouve 1)erro no treinamento de esfíncteres (incluindo broncas / castigos); 2)problemas clínicos (marque consulta com o pediatra responsável para conversar a respeito); 3)questões emocionais / comportamentais (dependerá de sua conversa com o pediatra).

      Lembro que, até completar 4 anos (cocô) / 5 anos (xixi), é aceitável que criança não tenha adquirido controle de esfíncteres.

      Excluir
  4. Olá Bruno tenho um filho de 3 anos e 8 meses e ele faz xixi no banheiro, mas o cocô só na fralda. Faz 24h q ele não faz cocô. Pede mas existo no banheiro. Devo oferecer a fralda?

    ResponderExcluir
  5. Entendo que a fralda, quando é retirada, não deve voltar a ser utilizada. Porém, há questões a serem esclarecidas com o pediatra responsável pelo acompanhamento do seu filho: treinamento para controle de esfíncteres adequado? / algum problema (tipo fissura anal por fezes ressecadas)?

    Experimente o uso dos vídeos educativos nesse texto antes e durante o treinamento; poderão ser úteis.

    ResponderExcluir
  6. Boa noite. Tenho uma filha de 2 anos e 11 meses. Procurando na internet dicas de mamães vi que você responde a várias delas, gostaria muito da sua ajuda. Há 6 meses retirei a fralda da minha filha, por volta de 2 semanas, foi uma luta, praticamente só na roupa, na 3º semana ela aprendeu, ficou uma gracinha, fazendo xixi e coco só no penico. Ficou um mês assim, de vez em quando acontecia que começca na roupa, durou só um mês, venho nesta luta desde setembro, muito difícil ela pedir, tenho que sempre ficar levando ou faz tudo na roupa, mando uma mala de roupas pra escola vem todas molhadas, uma luta grande, já conversei muito, o pai dela também, já ofereci recompensa, elogio muito quando faz no penico, mas a luta continua, ela é muito inteligente, repete várias vezes que não pode fazer na calcinha, explica até pros brinquedos que não pode, tem que pedir a mamãe. O coco é muto difícil ela fazer na calcinha, sempre pedi. Preciso da sua ajuda, estou desesperada, não sei mais o que faço. Quando saio com ela na rua já fico apreensiva que vai acontecer, mas nunca voltei a frauda, a não ser na hora de dormir a noite. espero ajuda, por favor... Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde!

      Inicialmente, leia, atentamente, as colocações da postagem acima. Erro no início do treinamento é muito comum, e as dicas acima podem ser bem úteis.

      Se sua filha já conseguiu ter controle de esfíncteres e, posteriormente, "desaprendeu", sugiro que você marque consulta com o pediatra que acompanha sua criança para descartar problemas clínicos que facilitam a dificuldade para usar o penico / vaso sanitário com adaptador. Tendo a garantia que, clinicamente, está tudo bem, experimente o uso de um dos vídeos da postagem, para tornar o ato de ir ao banheiro mais "leve".

      Não demonstre angústia (ao menos, na sua fisionomia) para não gerar sentimentos de frustração e de incompetência na sua garota. Ela ainda é pequena; até completar 5 anos, para xixi, os escapes ainda são aceitáveis.

      Excluir
  7. Olá!! Tenho uma filha de 3 anos e 5 meses. Quando deve ser o momento certo de ensinar a fazer o uso do papel higiênico sozinha? Estou tendo um probleminha na escola, pois lá dizem pra ela ir sozinha, mas acho muito cedo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Carol.

      Aos três anos, há crianças que têm coordenação motora mínima para o uso (supervisionado) de papel higiênico, "de frente para trás" (para evitar infecção urinária). Porém, há outras tantas que não conseguem, mesmo tendo iniciativa.

      Experimente treiná-la em sua residência, diariamente, apenas quando sua filha fizer xixi (menos complicado). Quando ela conseguir cumprir essa etapa, passe para o treinamento após cocô.

      Excluir
  8. Boa tarde Bruno! Ainda bem que encontrei o seu blog, me deu algumas idéias de como ajudar o meu filho.
    Bruno, meu filho largou as fraldas por que quis, e no terceiro dia de desfralde ele já estava indo no penico sozinho sem me chamar.
    No sétimo dia porém, ele fez cocô no penico, mas acredito que sentou muito para trás e teve dificuldades para eliminar, porque quando ele me chamou, estava todo sujo, ele é o penico.
    Houve outra situação, neste mesmo dia, meu marido teve um surto de estress, os meus filhos e eu ficamos muito desesperados e as crianças choraram muito.
    Depois deste dia, meu filho tem medo de fazer cocô.
    Eu trabalho com fisioterapia na coloproctologia e o meu marido é médico. Nós olhamos externamente e não encontramos sinais de fissura, ou irritação, e também, ele tem uma ótima alimentação e hidratação , as fezes dele nunca foram ressecadas.
    Vou marcar em seguida consulta com a pediatra, mas tenho convicção de que é emocional.
    Estou muito triste por isso, pois estou me sentindo impotente. Quando ele quer evacuar, fica nervoso, senta e levanta umas mil vezes. Qdo percebe o reflexo se contrai todo e se desespera.
    Levo o iPad pra ele ver vídeos de crianças evacuando, levo livros, mas simplesmente ele não se desliga e relaxa. Com exceção do momento do banho, que ele já fez algumas fezes embaixo do chuveiro.
    Estou dando óleo mineral para manter as fezes amolecidas também.
    Você pode me dar mais algum conselho?
    Isso tudo tem acontecido desde o dia 5 deste mês.

    Agradeço de coração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.

      Talvez, o caso do seu garoto envolva questões que extrapolam dificuldades para treinamento do uso do penico. Sugiro que você o leve a um psiquiatra da infância e da adolescência.

      Por enquanto, "divirta-se" com o garoto na hora do cocô: sem demonstrar qualquer apreensão, leve-o ao vaso sanitário (com adaptador de assento e apoio para os pés. Mostre o vídeo de uma família de tigres (vide link na postagem) e mostre a ele durante as evacuações (preferencialmente após as principais refeições).

      Excluir
  9. Dr. Brunno, qual seu contato para agendar consulta..tel ou email. Obrigada. Adriana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Email: drbrunno@psiquiatriaepediatria.com

      Web: www.psiquiatraepediatra.com

      Excluir
  10. Olá Dr. Brunno!
    Tenho um priminho que vai fazer 4 anos em dois meses, e ainda não consegue fazer cocô no penico, muito menos no vaso. Ele sempre foi muito higiênico, sempre quer estar limpinho. Não me recordo se ele já conseguiu fazer alguma vez fora da fralda. Xixi ele faz no vaso tranquilamente, mas quando a vontade é outra ele pede pela fralda e os pais colocam e ele faz. Agora eu estou cuidando dele e os pais disseram que eu poderia ajudar. A mãe dele não tem paciência pra ficar com ele e ajudá-lo e o pai fica tempo até demais forçando no vaso pra ele fazer.
    Ele sabe que já está na hora de sair da fralda, mas diz que não consegue. Isso seria psicológico? Eu podeira fazer alguma coisa pra ajudar? É certo continuar deixando ele na fralda? Que dicas eu poderia dar para os pais dele além das do texto?
    Gostaria de poder ajudar, ele é uma criança muito inteligente, sempre foi. Só isso que ele não consegue.
    Obrigada pela atenção, aguardo a resposta.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.

      Impaciência e ato de obrigar uma criança a ficar no vaso sanitário devem ser discutidos com o pediatra da criança. Não é possível, à distância, afirmar qual o componente psicológico da dificuldade do seu primo, mas, erros no treinamento, de acordo com suas informações, ocorrem.

      O pediatra deverá descartar condições clínicas que também atrapalham essa fase de adaptação do garoto (constipação intestinal, por exemplo. Após completar 4 anos, não será considerado normal uma criança não fazer cocô em local apropriado.

      Excluir
  11. Olá Brunno! Minha filha tem 3 anos e 9 meses, saiu das fraldas em Janeiro desse ano, e não usa fralda para dormir , vai ao banheiro sozinha em algumas vezes e acorda de noite e pede ,nao tem problemas em usar a privada em casa e logo que desfraldou ia em todos os banheiro , mas qdo saimos nao faz xixi em nenhum lugar que vamos, (shopping, casa de avos, amigos, festas etc), fica segurando pra fazer em casa, ela nem chega a sentar, chora , faz um escandalo, nao sei mais o que faço, ela é muito medrosa e tem nojo se tiver algo no vaso! Me de uma dica, não sei mais o que faço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Tatiana!

      À distância, as dificuldades apresentadas pela sua filha ainda são esperadas para a idade. Incômodo em usar banheiros que não sejam os da residência são comuns, até mesmo em adultos. Porém, se houver repercussão no dia-a-dia dela (constipação / infecções urinárias), haverá a necessidade de esclarecimento com o pediatra responsável.

      Excluir
  12. Olá... preciso muito de sua ajuda .. Estou tirando a fralda da minha filha... Ela completará 1a e 9m dia 18 nos primeiros dias até foi tranquilo mas Qdo ele fez coco no pinico se assustou e não quer mais saber do banheiro nem vaso e nem pinico.. Ela vai com a gente ao banheiro primeiro ela tenta fazer com Q não permanecemos no vaso isso deixa claro o medo Q sente... Mas depois faz tchau ao xixi ou coco e aberta o botão para Q ele vá embora... Estou conversando com ela durante o dia e a noite Qdo está dormindo mas não obtive sucesso... Consigo fazer ela fazer xixi no tanque mas preciso ensinar que lá não é o lugar certo, mas nada de querer ir ao vaso então por enquanto está sendo no tanque msm ... Ja o coco faz na calcinha .. Ela pede mas não quer ir ao banheiro diz querer ir no tanque dai explico Q não pode é ela faz na calcinha mas fica segurando até não guentar mais dai faz... O Q posso fazer???

    ResponderExcluir
  13. Olá.

    Sugiro que você leia a postagem mais atualizada do blog sobre o tema para rever as estratégias de treinamento do uso do penico / vaso sanitário. Na idade de sua filha, ainda é aceitável que não consiga controlar xixi e cocô.

    Sugestões pontuais:
    1)Após as principais refeições, leve-a ao sanitário (com adaptador) e apresente, em smartphone ou tablet, o vídeo do tigre (vide postagem). Mesmo em japonês, a linguagem corporal auxilia bastante.
    2)Prenda, na porta do banheiro, cartolina com algum personagem do gosto de sua filha e complete o mesmo de acordo com as idas ao sanitário (mesmo que sem sucesso). Por exemplo, o trem Thomas - colocar um pneu em cada ida ao sanitário.
    3)Avaliação pediátrica - nada melhor do que conversar pessoalmente com um profissional a respeito de suas dificuldades.

    ResponderExcluir
  14. Boa tarde Bruno,tenho um filho de 2 anos e 6meses,ele sabe falar xixi e cocô,Dave que o local de fazer é  no vaso pois quando perguntamos ele fala mas ele não pede.Eu o levo ao banheiro cada vez que da um sinal de que quer urinar e ele faz no vaso porém a evacuação ele se esconde em baixo de mesa,cadeira ou atraz de portas.Agirá ele frequenta uma creche e continua sempedir e eu ja não sei mais que argumento usar para que ele se interesse em pedir para ir ao banheiro,e agora a creche ja está inclusive me pedindo para levar fralda pra ele por conta fã evacuação na roupa.Você tem alguma dica estou perdida.Tenho uma filha ja Grande e ela não me deu esse problema pois largou sozinha a fralda aos 10 meses ja o menino ta com muita dificuldade ou eu não estou sabendo estimula-lo.Não sei o que fazer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Joelma.

      Como primeira sugestão, sugiro que você leia toda a postagem sobre o assunto. Seu garoto ainda está em faixa etária onde é aceitável não ter controle do cocô, mas, a principal causa de dificuldades acima do esperado é o erro nas técnicas de retirada das fraldas.

      Se seu filho possui desenvolvimento de acordo com o esperado para a faixa etária, como uma das dicas, fralda retirada não retorna mais (exceto às noites, no início). Converse com o pediatra do seu garoto a respeito de sua dificuldade.

      Excluir