Parceria entre Educação e Saúde Mental do Escolar

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Meu filho(a)...

     Você, minha bênção, é muito esperado por mim e por sua mamãe... saiba que, mesmo você tendo apenas 7 semanas de vida, já é amado(a) demais. Adoramos assistir, ontem, ao seu coração pequenino... ele é forte como sua vontade de crescer e vir ao mundo.

     Continuo a cuidar bem da sua mamãe; ela está mais linda a cada dia que passa - você está fazendo muito bem a ela!

     Obrigado, meu filho(a), por existir; espero que, quando nos encontrarmos pessoalmente, daqui a umas 33 semanas, recebamos a ti em nossa casa repleta de devoção e carinho...

     Se você não quiser ser flamenguista, não haverá problema - já treino para pôr na prática a constatação de que, independentemente de como você será no futuro, terá que ser respeitado como indivíduo, e não como projeto meu e de sua mamãe.

     E pare de me fazer chorar de felicidade, viu?

     A gente mantém contato pelo umbigo da mamãe, tá bom?

     Um chêru,

                                                                                          Painho 

Um comentário: